Rss Feed
  1. Fitoterapia

    segunda-feira, 20 de setembro de 2010

    Fitoterapia


    Fitoterapia é o método de tratamento de doenças através das plantas medicinais e a forma mais antiga e fundamental de medicina da Terra.

    Há mais de 6000 anos o homem testou e colheu instintivamente as melhores plantas medicinais para curar as suas doenças. No nosso século, a medicina disseminou o emprego de antibióticos e remédios alopáticos e a nossa medicina natural, passada de geração em geração foi esquecida.

    A fitoterapia é uma terapia com a propriedade de curar males profunda e integralmente, de maneira não agressiva, pois estimula as defesas naturais do organismo.

    Fito = Planta e Terapia = Tratamento. A palavra fitoterapia significa ” cura através das plantas”, conhecimento esse que os nossos ancestrais já possuíam e dele se utilizavam. È o poder da cura pelos elementos da natureza.

    Na natureza encontramos o que há de melhor em vitaminas, diuréticos, anti-inflamatórios, cicatrizantes, etc. que compõem toda uma gama de fármacos utilizada como recursos de terapêutica preventiva e de emergência. A matéria-prima para tais medicamentos, correctamente prescrita pelos profissionais da área, pode ser facilmente adquirida nas farmácias da flora.

    Esta forma terapêutica preocupa-se com o equilíbrio nutricional do indivíduo, observados os vários factores que agem sobre as pessoas, visando manter um estado de harmonia energética e possibilitando, com eficácia, a solução da maioria dos problemas simples, que representam 95% dos atendimentos em geral.

    Os produtos naturais fitoterápicos são destinados ao reequilíbrio do sistema orgânico que, por via da consequência, eliminam as manifestações patológicas, permitindo ao indivíduo restaurar o seu estado de saúde. De igual forma, as ervas, adequadamente combinadas, restabelecem os estados emocionais comprometidos pela depressão, ansiedade, angústia, irritação, insónia, etc.

    O uso de plantas medicinais e aromáticas pela população mundial tem sido muito significativo nos últimos tempos. Dados da Organização Mundial de Saúde (OMS) mostram que cerca de 80% da população mundial fazem uso de algum tipo de erva buscando nelas o alívio para sintomas dolorosos ou desagradáveis. A utilização de plantas medicinais tem, inclusive, recebido incentivo da própria OMS. São muitos os factores que vêm a colaborar no desenvolvimento de práticas de saúde que incluam plantas medicinais, principalmente económicos e sociais.

    O uso de plantas medicinais como prática alternativa pode contribuir para a saúde dos indivíduos, mas deve ser parte de um sistema integral que torne a pessoa realmente saudável e não simplesmente “sem doença”.

    Fonte: Fitoterapia
    |


  2. Cristais e Afinidades Planetárias

    domingo, 5 de setembro de 2010

    No mundo dos cristais também temos portanto equivalências planetárias consoante a pedra em si, este é um exemplo de algumas delas:

    Sol – Âmbar, Cornalina, Diamante, Diamante Herkimer, Enxofre, Heliodoro, Pedra do Sol, Quartzo (Cristal), Quartzo Olho de Tigre, Topázio.

    Lua – Água Marinha, Esmeralda, Morganita, Opala, Pedra da Lua, Pérola, Quartzo (Cristal), Quartzo Rosa, Safira, Selenita.

    Mercúrio – Ágata, Ametista, Aventurina, Kunzita, Safira Amarela, Topázio.

    Vênus – Azurita, Coral, Crisocola, Esmeralda, Jade, Kunzita, Lápis Lázuli, Larimar, Malaquita, Peridoto, Sílica Gema, Sodalita, Topázio Azul, Turmalina, Turquesa.

    Marte – Coral, Cornalina, Crocoíta, Granada, Heliotrópio, Kunzita, Ônix, Opala de Fogo, Rodocrosita, Rodonita, Rubi.

    Júpiter – Ametista, Charoíta, Lápis Lázuli, Safira Azul, Sugilita, Tanzanita, Topázio.

    Saturno – Esmeralda, Hematita, Jade, Malaquita, Obsidiana, Ônix, Peridoto, Turmalina Preta.

    Netuno – Ametista, Celestita, Opala, Turquesa.

    Urano – Azurita, Lápis Lázuli, Safira Azul, Turquesa.

    Plutão – Granada, Kunzita, Malaquita, Obsidiana, Quartzo Turmalinado, Rubi.

    Fonte: DUNCAN
    |